Aperte "Enter" para pular para o conteúdo

O Nome L´Avenir

Foto dos raios de sol iluminando uma floresta

O Porvir.

L´Avenir significa “o porvir”, o que está por vir, o futuro. No contexto de um blog espírita, denota o além-túmulo e a vida que segue em novas dimensões. Para o Espiritismo, a jornada do espírito continua sempre. “Naître, mourir, renaître encore et progresser sans cesse, telle est la Loi” (“Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sem cessar, tal é a lei”), como está gravado no túmulo de Allan Kardec, no cemitério Père-Lachaise em Paris.

O nome foi inclusive de um periódico espírita pioneiro, que circulou entre 1864 e 1866, chamado “L´Avenir – Moniteur du Spiritismo”, cujo diretor-geral foi Alais D´Ambel.  Algumas edições do jornal ainda existem e podem ser consultadas no site Gallica da Biblioteca Nacional da França. O aparecimento deste periódico foi mencionado na seção de notícias bibliográficas da “Revue Spirite” de agosto de 1864.

A certeza do que representa este porvir, pelo estudo e prática do Espiritismo, muda nossa visão da vida. O mundo material se apresenta em toda sua transitoriedade, como estágio educativo, cujo aproveitamento é de grande importância para o espírito, mas, do qual ele só leva as conquistas morais e intelectuais auferidas. O modo como a vida é vivida tem muito mais impacto para o destino do espírito imortal do que qualquer título ou posse material que possa ter conquistado. A lei de causa e efeito, sintetizada no “a cada um segundo suas obras” do Evangelho, a luz deste porvir, apresenta-se em toda sua grandeza, esculpindo o destino de cada ser de acordo com seus atos.

É da ignorância do porvir, da casualidade que liga nossas ações as situações mais ou menos favoráveis que criamos para nós mesmos, que surgem boa parte dos males que populam os noticiários. Quantos não optam pelo caminho largo das facilidades terrenas por simplesmente desconhecer as consequências da opção? Quantos não se posicionariam de forma mais altruista se tivessem em mente que, ao fechar-se a tumba, a consciência já se encontra alicerçada em outras bases, que não está mais nos despojos carnais, mas em um corpo espiritual que acabou de se libertar?

O estudo deste porvir descortinado pela Doutrina Espírita é, portanto, um dos assuntos mais importantes a ocupar-se o ser humano!

Muita Paz,

Carlos A. I. Bernardo

Compartilhe:
Share
Deixe um comentário
Skip to content